quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Meu Caro Diário...



Um ano de Diários do Papai, meu segundo Dia dos Pais como papai (que, apesar de culinariamente ter deixado a desejar, acabou sendo muito bom) e tantas coisas contadas e vividas por aqui... Este último final de semana mesmo, o do Dia dos Pais, posso dizer que já ficou marcado pelo 'sui generis' de ter passado o sábado quase inteiro à procura de uma bela camisa para meu pai, o Vovô Carlito – mas acabar comprando um 'kit' com perfume! – e também por, logo em seguida a ser acordado pela SuperFlha com um sonoro "Eeeei!" às 7:45h da matina e de ter dela recebido (também) um lindo 'kit' de mini-frascos de perfumes (bem apropriado!) e mais uma bela camisa no domingo, acabar o Papai aqui, no seu próprio dia, a presentear a filha com um DVD (da dupla de palhacinhos efeminados da TV, Patati e Patatá, que ela tanto adora: Volta ao Mundo) e um pintinho amarelinho pula-pula (daqueles à corda dos bons e velhos camelôs do Centro)!

É disso que eu falo: tantas coisas e tantas vidas para contar, tudo num pacote só, o de ser pai... Ah, se um dia algum machismo a mim inerente já me cerceou qualquer idéia de alimentar páginas pessoais de um diário, assumo-me para o mundo como um pai cheio de orgulho e de histórias de uma linda moreninha chamada Isabela, dia após dia mais! Ontem, por exemplo, "querido diário", foi um dia cheio de coisas pra resolver, trânsito caótico, corre-corres da profissão: uma terça-feira daquelas! Mas sempre a SuperFilha triunfa por sobre as forças malignas da rotina: tendo ela me acompanhado juntamente à Mamãe, eis que encontramos um velho professor da nossa juventude que, ao ver Isabela nos braços de Jandira, exclamou: "Como ela é linda... É a tua cara, Dilberto"! A despeito das provocações da Mãe pelo resto do dia sobre a baba que me escorria em profusão, um dia como esse passa a valer a pena!

E quando a "nossa cara", depois de meses a fio engatinhando (desde os 9 meses) e andando de lado apoiada pelas paredes, adiando por um bom tempo "o primeiro passo", resolve, quase que do dia para a noite, botar as lindas pernocas para agir, soltinha, soltinha?! Estou falando daquele capítulo tão microcosmicamente individualizado, ao mesmo tempo em que tão conhecido no imenso universo da criação dos filhos: oficialmente ontem, 16 de agosto de 2011, com um ano e dois meses (e meio) de vida, Isabela andou!

Mas como precisar uma data específica num momento alimentado por meses antes, desde as primeiras levantadas do chão por conta própria, passando pelas primeiras "solturas" para três, quatro passinhos em direção a algum objeto de desejo, até chegar ao mágico momento de uma longa "caminhada oficial"?! Difícil, realmente... Aqui em casa mesmo, grande foi a ansiedade – especialmente das vovós, que especulavam sobre a "culpa" do genro/nora respectivo(a), uma vez que seus filhos haviam andado "beeem mais cedo"! Mas posso dizer, com precisão, o porquê da escolha específica desta data: foi a primeira vez em que Isabela andou corridamente por todo o apartamento, sem nenhum 'pit stop'! E naquele andar lindamente característico destes pequenos que anseiam pelo equilíbrio, carinhosamente apelidado por Jandira como "muminha" – especialmente quando, junto às passadas rapidinhas, quase corridas, Isabela sai levando pelos pés restos de papel (guardanapo, papel toalha) que ela mesma rasgara antes!

Hoje, ao acordar, um dia de aventuras pela frente e nada de "ressaca" das conquistas de ontem! Jandira e eu tomando café para um dia cheio de afazeres e obrigações e ela, entre um furtivo miolinho de pão e outro, já confabulando novos "trajetos" a percorrer!

Pois é, meu caro diário, assim é a vida: há pouco mais de 3 anos, este apartamento só carregava a mim e a Jandira, com pouquíssimos móveis e muita estrada pela frente; hoje, além de Nilda (que ainda se encontra em treinamento na Escola de SuperSecretárias!), existe um super-ser cheio de vida que, de uma hora pra outra, já enche de andanças a casa com sua vontade de descobrir tudo! Agora ninguém te segura, meu amorzinho: caminhando com tuas próprias pernas, dás os teus primeiros passos rumo à independência deste teu pobre cronista, a quem pouco resta a não ser olhar teus saltos da noite para o dia, emocionado, nesta estrada sem fim... E registrá-las em seu diário – virtual!

6 comentários on "Meu Caro Diário..."

Ana Násily on 21 de agosto de 2011 20:10 disse...

ÊÊÊÊÊÊÊ até que emfim! consigo finalmente entrar em seu blog!pois toda vez que tentava era em vão!!! primeira vez que eu leio seu blog credita??? é fofo d+!!! vc conta tudo nos mínimos detalhes! queria eu ter paciência para tal!parabéns pelo dia dos pais! pela filhota, pelo blog! e obrigado por sempre se fazer presente no meu cantinho!linda a sua filhota!!!! ótima semana p nós! bjs

Tuka Siqueira on 22 de agosto de 2011 00:43 disse...

Como não se emocionar diante de uma narrativa assim tão lindamente babada por esse papai que escreve num diário? Caro Dilberto, teus textos são tão carregados de emoção, tão cheios de minúscias e detalhes que a linda Isabela se orgulhará deste diário quando tiver idade de ler, e certamente irá gostar de mostrar às amiguinhas.
Prepare seu coração, esta conquista da liberdade é um divisor de águas: de agora em diante, nada, literalmente nada irá deter sua pequena super-filha.
Beijos à essa família abençoada. Ótima semana à todos!

Cláudia Gimenes on 24 de agosto de 2011 09:55 disse...

Sem palavras para desscrever como teus relatos me emocionam!!!
Tão rico em detalhes que faz a mente viajar e posso dizer até que chego a ver a cena da Isabella iniciando sua excursão pelo apartamento!!!
Parabéns pela nova fase mais independente da Superfilha!

Tenham uma semana abençoada!!!

Cláudia

Marina Queiroz on 24 de agosto de 2011 20:49 disse...

Super Pai
Olha só, o blogger fez favor de comer meu último comentário no post anterior! Tô eu aqui toda prosa achando que tô em dias com minhas leituras qdo recebo uma super reclamação tua de que ando por aqui ausente!
Culpa do blogger viu?Eu comentei,juro que comentei!
Fiquei muito feliz de vc ter participado lá no sorteio.Oxalá que Belinha seja a ganhadora!
E agora andando... que cuti cuti.
Imagina aí o sucesso que não vai ser no banho?
E pra vcs, pernas pra que te quero,pq agora, é só sucesso! Acabou a paz, rsrsrsrsrsrsrs

Chris Ferreira on 24 de agosto de 2011 23:23 disse...

Olá,
Adorei o post! Feliz dia dos pais (atrasado).
Essa fase é uma delícia!
Abraços
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com

Vovó Dilena disse...

Filho, seus textos são sempre muito agradáveis de se ler. Que carinho, que maneira gostosa de falar sobre os primeiros passos da nossa linda princesinha! Realmente estávamos muito ansiosos por essa caminhada: agora são só descobertas e muitas alegrias!
Parabéns, PAPAI!
Beijos da mame.

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez