sexta-feira, 26 de setembro de 2014

O Fim do "Frisson das 5 Horas"...
Nos 5 Meses!


De 25 pra 26 de setembro de 2014...
 Chá das cinco? Não vai dar, pelo menos não aqui em casa... Confusão total nesse horário!


Engana-se quem pensa que bebê é tudo igual... Os SuperGêmeos, por exemplo, trouxeram tantas novidades em relação à SuperFilha que quase caiu por terra todo o aprendizado adquirido na época em que esta era neném! Tudo bem, já se passaram 4 anos entre uma gravidez e outra, mas as diferenças são gritantes! Até entre gêmeos, tradicionalmente apontados como fazedores de "tudo igual", mesmo bivitelinos, como no caso aqui de casa, há evidentes provas de que personalidade é atributo personalíssimo e cada um já trouxe o seu jeitinho "de fábrica"! Prova disso são os temperamentos evidenciados até agora: se o SuperFilho é o simpaticão, sempre a rir com o vento, mas atento a cada folha que se mexa, a SuperFilhota já é mais introspectiva e séria, geralmente com o cenho arqueado e de semblante "preocupado"... Se os meus superfilhos fossem clássicos astros e estrelas hollywoodianos, eu diria que enquanto a mais velha lembra a doce beleza coberta de rebeldia de uma Liz Taylor, o casal está mais para Marlon Brando e Greta Garbo!

Mas nem sempre foi assim: no início, quando das primeiras semanas de vida dos gêmeos, a coisa toda era totalmente inversa! Assim, a menina era a simpatia em pessoa, sempre com um sorrisinho receptivo na linda boquinha e o menino era de uma seriedade que chegava a deixar a Mamãe aflita – Será que esse menino um dia vai gostar de mim? Que garotinho zangado... Esse moleque não relevava nem um segundo com a fralda cheia, pouco importando se de xixi ou cocô; já a princesinha era um doce de paciência e despertava inclusive do Papai aqui inúmeros "Aaaah" e "Ooooh" quando a pegava depois de um já razoável tempo de espera para ser trocada... Já hoje a menininha não aguenta nada com sujeirinha, fome ou a chupeta caída a incomodar! E o príncipe é só alegria e gentileza em seu principado bonachão! Pólos diametralmente opostos, a única coisa em comum entre os dois é uma complicada idiossincrasia que apelidamos internamente de o temível "frisson das cinco"...

Explico: mais ou menos às 17 horas de todo dia, ali entre as 16:50 h e já quase 18 h, bebês normalmente ficam um tanto quanto indócis, querendo entrar no sono mais prolongado do começo da noite (único momento do dia em que costumam dormir por algumas horas seguidas até a próxima mamada). Agora, multiplique a habitual indocilidade por dois e temos... O frisson das cinco! E haja choro, grito, esperneio, rede, carrinho e braço para conter a fúria momentânea dos meus bebezinhos: afinal, somos só Jandira e eu para corrermos a preparar as mamadeiras finais antes do soninho duradouro, acudi-los nesse horário de sufoco e ainda dar atenção à doce Isabela, que sempre precisa de algo nessas horas (cocô, lanchinho, ajudar na tarefa da escola ou no joguinho etc.)... 


Porém, nesta última semana, uma bem-vinda novidade: horários cada vez mais fixos e controláveis ao longo dos últimos tempos trouxeram certa calmaria ao nervoso horário do final da tarde e, pasmem, num dia em que não estava em casa às 17 h (sempre dou um jeito de estar...), Jandira conseguiu contornar a situação sozinha, sem maiores traumas ou desesperos! Já estão grandinhos... E parece que agora, ao completarem 5 meses de existência, a coincidência numérica trouxe uma cabalística felicidade: acho que chegou ao fim o frisson das cinco, em definitivo, aos 5 meses!



E hoje, 25 de setembro, agradeço aos céus por mais um mês ao lado dessas criaturinhas divinas: parabéns, meus filhos, pelo 5.º mensário! Ah, sim: já é madrugada do dia 26, o mensário foi ontem... Bem, é que eu estava quase terminando este texto quando, ao dar uma força para botar os dois pra arrotar, ainda no final da noite de ontem, a garbosa Isadora inventou de não conseguir dormir e ficar se remexendo e gemendo: já devidamente mamada no peito, liberado o arrotinho e sem dar sinais de cólica... Meu Deus: será que agora entraremos na era do "frisson da meia-noite" (entre as 23 h e a 1 h do dia seguinte)?! Pelo menos, agora é só ela: o brandoniano Dilberto Filho dorme o sono dos justos... Até a próxima mamada das 3 h (ou das 5 h) - mas, por favor, sem estresse (e sem acordar a irmã)!
Segura o tempo aí! Agora, com a calmaria chegando aos poucos, acho que já dá pra eu dar a boa nova: depois de uma longa ausência, os Diários do Papai trarão novidades semanais! Por isso, fiquem ligados!

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez