terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Acorda, Papai!



Uma vida inteira acordando calado, lento, antes ligando a TV que falando com qualquer um, demorando um tanto para acordar (costume de dormir tarde)... E nem precisou que ela andasse em direção ao meu lado da cama e me chamasse - como ela fez hoje - ou que se jogasse da rede por sobre nossa cama (quando ela não consegue dormir em seu berço, nós a trazemos para a rede, para adormecer mais rapidamente com o embalo, especialmente agora, quando estamos lutando para que ela deixe de querer mamar de madrugada) - como ela fez na semana passada... Bastava, simplesmente, que eu ouvisse sua risadinha ao longe, quando ainda mais bebê... Bastava que a Mamãe aparecesse no quarto (elas já tendo acordado bem antes que eu: não seria justo o bonitão aqui continuar dormindo!) e ela dissesse "Pa-pá?" - ou depois, mais acertadamente, "Papai" ou, como às vezes acontece, "Dew?" ou "Dil?"...

Um final de semana que era para ter descansado e não o fiz, dormindo muito tarde assistindo a filmes e ao Oscar e acordando cedo, segundona de mau humor às 7 em ponto, com o pescoço duro e a cabeça já pesada sem nem bem abrir os olhos ainda e uma vozinha me corta toda a chatice, um despertador natural a me acordar pra valer da forma mais linda, com uma mãozinha encostando no meu braço:

- Papai?
- Oi, meu amor lindo! É pra mim? Obrigado!

Na mão direita, estendida pra mim, uma grande etiqueta de roupa com a estampa dos Backyardigans ("Ostin... Táá... Tai... Có... Bubu", respectivamente para Austin, Tasha, Tyrone, Uniqua e Pablo... "Bubu"?!), que ela tanto adora. Uma lembrança pelo fato de, na noite anterior, termos brincado de apontar para cada personagem, dizendo o nome da cada um? Uma espécie de "presente" logo no início do dia? Ou um presente em retribuição a termos brincado com aquela etiqueta dos seus personagens favoritos, na noite anterior? Jamais saberei dizer... Tudo o que sei é que, na dúvida, vou guardar este "mimo" para sempre comigo, guardando junto o que senti nesta manhã!

Também sei de outra coisa muito importante (especialmente nesta segunda de sono acumulado): não há jeito melhor de acordar...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Felicidades!

8 comentários
- Um... Dô... Trê... Quotr... Tin... Sê... Sate... Ô... Nó... Dééé!

Mamã,

Não sei se você notou, mas eu estava contando muito mais nessa semana era pra seu aniversário chegar mais rápido: estou muito feliz!

A senhora bem sabe que já sei usar o computador - ligo, desligo, vejo o "Bobô", uso o teclado e o "ratinho" -, mas como o Papai inventou que ainda não sei digitar direito, ele está me "ajudando" agora (deixo ele pensar assim...).

Tudo bem que ainda me atrapalho um pouquinho com as letras, mas já sei dizer um monte de coisas! Por isso, hoje eu queria lhe desejar um dia especial (o Papai disse que está trabalhando para isso) e tudo que tem de bom no mundo, porque a senhora é a melhor Mamãe que existe nele (no mundo, viu?)!

"Mama" o Papai, mas, como a senhora, não tem igual (até porque ele já me deixou cair um monte de vezes e a senhora, só uma, né? Sem falar que você brinca mais comigo, e me dá "peipii", e me leva bem mais vezes pra passear, e acorda mais vezes pra me botar pra dormir...)! Bem, vou parar por aqui, senão o Papai vai ficar com ciúme!

Parabéns, Mamãe: feliz aniversário pra melhor Mamãe que existe! E esses meus versinhos são pra você:

Aaa... Eéé...Iii... Oóó... U!
Bi... Bobó... Bobô... Titi... Papá...
Mamã! Mamã! Mamã!
(E Cocó... Todos vieram te parabenizar!)

E palmas para o primeiro teatrinho da SuperFilha: "Pi", "Cocó" e Chororô nos pais babões... E um negocinho meio tosquinho... Imagine se fosse a Galinha Pintadinha original?! Parabéns, meu amor: agora corre para os Morcegos!

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez