segunda-feira, 25 de julho de 2011

Da Dúvida à Dúvida: A Super-Secretária



- Que cara é essa, Bem?
Assim vais acabar azedando o leite de Isabela...

- Preocupada... Quem a gente vai arrumar
pra ajudar com as roupas, com as coisas de Isabela?
Como é que nós vamos fazer
quando eu voltar a trabalhar...?
Quem ficará tomando conta da casa?... E de Isabela...?

São sempre muito inspiradores todos aqueles filmes que mostram uma babá mágica, cheia de superpoderes, vinda de não-se-sabe-onde, fiel, honestíssima e capaz de revolucionar todas as coisas erradas numa determinada família felizarda... Infelizmente, na vida real, a coisa toda é bem mais difícil e superbabás não caem do céu nem supersecretárias do lar existem... Ou será que existem?

Silvana praticamente cresceu na casa da minha sogra, de quem é afilhada, e ajudou a cuidar daquele lar por mais de 20 anos, sendo somente alguns anos mais nova que Jandira. Caprichosa, sempre estudou bastante, mas quis a bendita matéria de Língua Estrangeira prejudicar os planos no antigo vestibular (e, ainda hoje, nos ENEMs...) mais de uma vez, adiando o sonho de ir para a faculdade... Mas Silvana é guerreira e não desiste nunca: procurou um curso profissionalizante na promissora área de Segurança no Trabalho e abandonou os préstimos na casa de Dona Helena. Assim, a maior esperança de uma pessoa dedicada e em quem se poderia confiar plenamente para mesmo deixarmos nossa amada filha sem necessidade de nenhuma incômoda vigilância de câmeras começava a decair...

Porém aqueles ventos mágicos dos filmes parece terem trazido boas notícias de guarda-chuvas abertos logo depois: com as novas necessidades que surgiam (aluguel, despesas com alimentação... Se bem que ela não come...), eis que a proposta inicial de termos Silvana como aquela funcionária confiável e amiga da família parecia estar a um passo de se concretizar: o único senão era o horário - para poder manter o curso, todo santo dia o "expediente" teria de encerrar-se às 14 horas... "Tudo bem, é só apertar o serviço um pouquinho e tudo se resolverá"! O problema foi que, depois, seu estágio começou e o horário era às 13 horas...

Claro que alguns apertos foram sentidos: serviços acumulados; qualidades nesta área, defeitos naquela; uma cara-feia de TPM aqui, um mau humor acolá... Mas tínhamos Silvana, que venerava a SuperFilha ("Gente, o ritmo 'tá muito puxado pra mim; só fico mesmo por causa de Isabela!", costumava gostar de dizer) e já escolada na boa arte de cuidar de uma casa, era consciente de suas responsabilidades ao ponto de sempre lembrar a Jandira e a mim que não duraria muito tempo conosco, para que procurássemos outra pessoa, e nós desejando que tudo se encaixasse ao menos no primeiro ano da Filha... Afinal, deu tudo certo: desde o segundo dia de vida de Isabela (há controvérsias: Silvana acha que foi antes...) até o primeiro mês do seu primeiro aninho (tudo se encerraria mesmo com um ano, mas ela nos deu um mês "de lambuja" porque não arranjáramos ninguém até então...), nós tivemos, literalmente, uma Super-Secretária! Superpoderes? Amor rasgado pela Filha; habilidade de tornar-se invisível (mais discreta, impossível - vida pessoal: secreta...); incrível capacidade de ficar sem comer (raras vezes tomou café aqui em casa e me esqueci da última vez em que almoçou!); e facilidade de atrair chuvas (era só anunciar que iria embora para um pé d'água se formar)!

O meu muito obrigado, Silvana: pelos esforços; pelos cuidados com a casa; pelos bons serviços; pela dedicação; pelos bons pratos; pelas boas gomas das roupas (mas que você detestava!); e, acima de tudo, pelo carinho, amor e pela verdadeira devoção à Isabela, como se fosse sua própria filha - quem dá um doce à minha filha, pode ter certeza, adoça a minha boca para todo o sempre!

Hoje, com Isabela maiorzinha, já dá para deixá-la na casa de algum dos avós quando a necessidade do trabalho aperta, mas ultimamente tem dado perfeitamente para conciliar o que eu tenho pra fazer com o cuidar dela pela manhã, com Jandira cuidando à tarde e à noite, restando a necessidade de uma pessoa "apenas" para cuidar da limpeza, da comida e das "coisas de neném" (roupas, sopinhas e afins) - o que, diga-se de passagem, voltou à pauta de preocupações da Mamãe: hoje entrevistando a quarta candidata em semanas (tendo duas, literalmente, "arregado" antes mesmo de começar: santa irresponsabilidade!) para o serviço, a dúvida que a atormentava no início desta croniqueta, de idos de maio de 2010 (Isabela ainda era pequenininha...), parece que voltou à tona... Pelo menos agora, que já acreditamos em babás (e secretárias) quase perfeitas, o otimismo é maior do que naquela época...

Na semana passada, pouco antes de escrever este texto, percebi que não tínhamos nenhuma foto de Silvana com Isabela... Problema resolvido: vindo nos fazer uma visita rápida para pegar uma encomenda (detalhe: ela ainda é representante da Natura!), corri com a câmera e corrigi esta lacuna, com o resultado que pode ser conferido logo abaixo. O mais engraçado é que, com a casa com serviços atrasados em razão do desligamento da última secretária (que queria realizar todas as tarefas em tempo recorde e sair antes do meio-dia - o que não é superpoder, mas, sim, enganação!), nossa querida Silvana ainda tratou de dar uma boa mãozinha com algumas roupas da Filha que estavam por lavar - sem dúvida alguma, palmas para nossa eterna Super-Secretária e Super-Amiga!
Glitter Photos

10 comentários on "Da Dúvida à Dúvida: A Super-Secretária"

Tuka Siqueira on 27 de julho de 2011 00:08 disse...

Que lindo! Realmente super secretarias assim, só encontra quem tem uma super sorte, por isso achei linda a homenagem, e pelo visto super merecida.
Que vocês encontrem logo uma substituta à altura! Abraçossó encontra quem tem uma super sorte, por isso achei linda a homenagem, e pelo visto super merecida.
Que vocês encontrem logo uma substituta à altura! Abraços

Caroline Pozzatti on 27 de julho de 2011 09:48 disse...

Ahhh que delicia de historia!
Me fez lembrar a minha infancia. Tive uma secretaria-baba-domestica por 18 anos acredita? Meu pai teve, na verdae. Ela acabou mais minha mae do que a contratada. Ele passava a tarde vendo tv e comendo pipoca comigo e meus irmaos.
delicia ter alguem assim.

Super beijo!

Thatyane on 27 de julho de 2011 12:18 disse...

Homenagem mais que merecida. Com tantas maldades que vemos diariamente, pessoas com capacidade de amar incondicionalmente aos nossos filhos serão amadas por nós também, o resto da vida!

Senti muito na pele quando a minha avó, que ficava com o João se mudou de cidade, indo daqui de SP pra logo ali em Pernambuco! Nada que três horas de avião não resolvessem, mas acho que pesaria um pouquinho no bolso! É que só faltam R$ 10,00 pra eu ficar podre de rica! Risos...

Sorte na empreitada de conseguir uma nova (pelo menos parecida) Silvana!

Abraços para a Super Família!

Carol on 28 de julho de 2011 03:41 disse...

Adorei conhecer o relacionamento de vocês com essa fada babá e até me emocionei ao ver a foto. É mesmo muito difícil achar alguém assim, lembro o quanto tentou minha mãe, quando eu era pequena, passaram umas dez pela família, mas nenhuma ficou e terminou por minha mãe deixar seu trabalho.
Essa foto realmente foi bem merecida, fadas assim são lembradas para sempre.
Que vocês tenham a sorte de poder sempre contar com sua amizade e dedicação.
PS- Também procuro uma dessas na Hungria, aqui é realmente impossível!
Abraços!

Débora on 28 de julho de 2011 05:11 disse...

Nossa, como a gente precisa de pessoas assim... como elas são raridade hoje em dia... Mas que bom que vcs tiveram esse "pedacinho" de céu no primeiro ano da Super Filha, que é a fase onde se precisa de mais cuidados. ESpero que vcs possam encontrar outro anjo bom para cuidar da vossa casa e da pequena. Sair para trabalhar tranquilo, tendo confiança em quem ficou em casa é muito importante para o bom andamento das coisas... Boa sorte ! Um abraço e bom dia

Marina Queiroz on 29 de julho de 2011 21:24 disse...

Dilberto
Num guento com a carinha da Isabela.
Coisamarlindadomundo!!!!!
E a homenagem é realmente merecida, pois a confiança que depositamos nestes anjos não tem preço. Abraços

Chris Ferreira on 31 de julho de 2011 15:17 disse...

Oi Dilberto,
linda a homenagem feita a Silvana. Eu aqui tive a minha Pepenha que foi minha babá e me ajudou nos primeiros dias da Ana Luiza. Só confiava nela. Pena que mora em oputra cidade. Graças à Deus os bons ventos sopraram e eu consegui uma ótima seretária.
Preocupações de todas as mães. A pior hora é a de voltar ao trabalho.

Voltei de viagem de férias ontem e estou aproveitando para matar as saudades dos blogs amigos e agradecer as visitas. Depois vou contar como foi a viagem lá no blog.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Jandira Rosa disse...

Bela e merecida homenagem, Dil! Acho que queria fazer uma homenagem dessas a Silvana... Ainda que bem que nem preciso me preocupar com essas 'coisas', já que tenho um escritor-poeta do lado, tudo fica muito mais fácil!hehehe.
A volta ao trabalho é um momento crucial na vida de uma mãe de primeira viagem. Quantas preocupações! Quanta saudade!E quanto leite derramado... Pelo menos por enquanto, conseguimos conciliar nossas atividades com o prazer de ficar com nossa Isabela. Grande beijo.

Dilena disse...

Excelente a homenagem feita a Silvana. Só uma pessoa com um coração maravilhoso e com o dom de escrever muito bem como você, poderia fazer um texto desse porte. A Silvana merece.Tinha um carinho todo especial pela nossa princesinha Isabela e uma excelente cozinheira. Ainda participei no seu apto.,do gostoso almoço feito por ela.
Que linda a foto!
Logo vocês terão pelo menos uma secretária para os serviços domésticos.
Qualquer coisa pela manhã a vovó-dinha ajuda.
Beijos da mame.

Claudinha ੴ on 8 de agosto de 2011 21:37 disse...

Não é fácil! Um momento de decisão e de escolhas e dá um medo! Mas existem as nossas pessoas do coração. Eu tenho uma que me ajuda desde que minha barriguinha apontou. Hoje ela é bisavó, embora seja nova para isso e ainda está comigo, uma vez por semana! Faz parte da família!
Um beijo! Boa sorte com as ajudantes novas!

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez