segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Surge Uma Nova Heroína:
A MAMÃE X!



Mas o que é isso? A conhecida mutante Vampira "ligeiramente grávida"? 'Tá aí uma gestação complicada (só os fortes entenderão)...

Creio ser público e notório que, oriundo de Krypton e tendo vindo para a Terra num foguete há uns trinta e poucos anos, transformei-me no SuperPai ao ter minha primeira filha, há 4 anos, depois de crescer sonhando com a paternidade sob o forte sol amarelo desta Ilha Magnética que até hoje alimenta meus poderes. Acredito, também, que todos já saibam que minha primogênita, desde a mais tenra idade, demonstrou superforça, super-inteligência, supercarisma e superbeleza sendo a inconfundível SuperFilha. Dos SuperGêmeos, então, nem se fala: desde os seus primeiros minutos de vida, demonstraram aptidões de legítimos superbebês, cada dia mais cheios de alegrias, belezas e inteligências fora do comum! Mas... E a Mamãe?! Pelo que sempre se soube, mesmo já tendo sido até condecorada com a mais alta honraria como SuperMãe Honorária diante da força sobre-humana bravamente demonstrada nos tórridos primeiros meses de vida dos nossos pequenos gêmeos, e apesar de ser uma mulher de primeira grandeza e um ser-humano bem acima da média, ela nunca teve superpoderes propriamente ditos.

Bom, pelo menos era o que se achava até bem pouco tempo... Sim, porque, de acordo com dezenas de relatos femininos nos últimos meses, a maior progenitora do universo virtual descobriu que possui um incrível poder que carregava consigo de forma latente até o seu recente "desabrochar", com a segunda gravidez: o poder mutante da gestação espontânea gemelar! Tudo começou poucos meses após a descoberta da sua gestação dupla: em conversa com uma amiga no colégio onde nossa supergarotinha estuda, a Mamãe resolveu brincar diante do desejo expresso pela outra em não demorar muito para trazer um irmãozinho para a sua filhinha de 3 aninhos e, passando a mão direita na barriga de sua interlocutora, proferiu – Pois quando menos esperares, terás um barrigão igual a esse meu e a tua filha vai ganhar seus irmãozinhos... Menos de um mês depois, a notícia bombástica: a amiga estava grávida... E de gêmeos! Seria algo ligado à mão utilizada na brincadeira com a barriga, às palavras proferidas (referindo-se a "filhos", no plural"), à analogia ao tamanhão da barriga já proeminente ou tudo não passou de mera coincidência? De qualquer forma, arrefecido o entusiasmo em torno da linda e alvissareira novidade, paramos para pensar: algo poderia ser mais do que mero acaso...

Novo cenário, desta vez no nosso condomínio, num bate-papo a esmo durante um passeio de fim de tarde de mães condôminas com seus pimpolhos ao longo do parquinho, em meio a uma mais-que-feminina conversa sobre as costumeiras preocupações com os quilinhos a mais na cintura e nos quadris e as prementes "necessidades" de uma "urgente" lipo depois dos últimos partos (cirurgia, escultura e demais anexos), eis que uma delas, a que mais se mostrava decidida a "entrar na faca" para garantir de volta suas curvas, é interpelada pela Mamãe: – Por que tu não engravidas primeiro e só depois te preocupas com isso? Vai até que possam vir gêmeos?, no que a outra gargalhou com alguns "Deus me livre, que eu não dou conta" (hum, onde é que já ouvi isso antes...?) e "Ah, tão cedo eu não vou ter filho: acho que vou ficar só com a minha menininha, mesmo"... Duas semanas depois: – Menina, eu vou te matar e arrancar tua boca bendita fora: eu acabei de vir do médico agora e fiquei sabendo que 'tou grávida... De gêmeos!

Mas não para por aí, não... Cenário 3: novamente a escola da SuperFilha, sendo que, agora, o diálogo é travado com a "Tia", professora principal da sala da pequena no Infantil 1 Queres engravidar de novo, mas estás com medo? Bobagem... Vai fundo: é tão bom! Também fiquei assustada quando minha sogra veio me perguntando se, pelo tamanho da minha barriga aos dois meses, não poderiam ser gêmeos, no que fui logo respondendo 'Deus me livre!'... E olha aí meu resultado!. A Tia, que então confidenciava seus temores diante do fato de que havia vários casos em sua família de gestação gemelar, acabou confirmando suas expectativas depois de mais uma passagem devastadora da Mamãe X (é assim que a estamos chamando, em homenagem aos mutantes X-Men): mesmo com algumas complicadas intempéries que vem afastando-a do trabalho junto à minha filhota, a Tia também está ligeiramente grávida de gêmeos!

Não há como negar: há algo por trás deste boom gemelar e creio que a Mamãe tem mais que um dedo nisso: tem as duas mãos inteiras! Claro que a bênção é espiritual, divina, e seria extremamente perigoso para a minha pobre esposa ser confundida com uma "Santa da Barriga Abençoada"... Por isso, nada de mulheres angustiadas com suas decepções no campo da gestação frustrada fazerem fila na porta do nosso condomínio, hein? Brincadeiras à parte, entretanto, sinto que há, sim, um forte "poder" que emana da nossa "Mamãe X" que acaba, de uma forma ou de outra, inspirando ou até induzindo psicologicamente mulheres para o caminho da gravidez (e, ainda por cima, de gêmeos!): o poder do amor incondicional e do grande coração da linda mãezona que sempre foi, abençoada com a contagiante felicidade de possuir uma família linda e completa – e que não se cansa de admirar, com a ajuda deste Papai superbabão, os seus lindos gêmeos e a sua mais velha cada dia mais exuberante...


Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez