terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Natal das Crianças



Vista de uma árvore de Natal por uma criancinha de 1 ano e meio de altura...

E, enfim, dezembro chegou cheio de calor e mais um ano se acaba... Porém, nem bem novembro começou e todos os pinheiros, guirlandas e enfeites, dos mais bregas aos mais sofisticados ou tecnológicos, já se faziam presentes nas casas quentes do Meio-Norte onde me encontro (sim, minha "Fortaleza da Solidão" brasileira também fica bem ao Norte, só que ao Norte do Hemisfério Sul), do Nordeste e do Brasil como um todo.

Sempre costumava arrumar a pequena decoração natalina de casa somente no dia 1º de dezembro – e reservando a figura do Menino Jesus no presépio montado somente para a meia-noite do dia 25; porém, diante do ‘boom’ natalino tão cedo deste ano, e ávido que estava por mostrar todo esse lado lúdico do Natal à Isabela, acabei embarcando na viagem natalina precocemente e, uma semana e meia antes de dezembro ter chegado, já estava eu arrumando os enfeites natalinos pela casa e montando o pinheirinho na sala de forma estratégica (entre o aparador e o sofá) – já chegou a fase da minha pequena de subir em tudo em busca de novas descobertas...

Mas, para minha surpresa, tirante uma puxadinha de bola no momento da arrumação inicial (o que derrubou tudo) e um outro enfeite retirado por seus dedinhos gordinhos (no que ela, logo em seguida, tenta, em vão, recolocar nos galhos), a SuperFilha normalmente passa "voando" por perto sem dar maior relevância à árvore de plástico ou aos seus enfeites prateados – a dúvida da família reside agora em se eu terei ou não coragem de vestir-me como o bom velhinho, com uma fantasia meia-boca que minha mãe guarda desde que minha “recém-formada” do jardim de infância sobrinha-afilhada tinha 3 anos de idade (sem esquecer a curiosidade de, em me vestindo, qual será a reação da minha menininha para tão inusitado personagem)...

E, em que pese o meu perene pensar de que as boas festas não deveriam ser tragadas pelo espírito consumista de final de ano, onde todos parecem querer demonstrar apenas a abastança mundana em meio a falsas imagens de perfeição entre familiares, amigos e colegas de trabalho, já tratei de encomendar algumas lembrancinhas para a família e os amigos mais próximos via 'internet' (sabe como é, um super-herói que se preze tem tanta coisa para fazer num final de ano que fica super-humanamente impossível deslocar-se para os templos de perdição lotados dos 'shopping centers'!) – e os presentinhos da Filha, obviamente, foram a primeira compra! Mas a revelação só farei no 'post' natalino, senão estragaria a surpresa (afinal, de vez em quando, a Filha está a teclar por aqui e acabaria descobrindo...)!

Com meu tempo cada vez mais curto e eu, mais desorganizado, peço aos céus, como presente neste Natal de um ano meio cheio, meio vazio, além de saúde e paz para a minha bela família e para todos aqueles de boa vontade, um tempo a mais para o tempo - este seria um belo presente primordial para todos os demais (especialmente para mim)... E num Natal com a carinha linda da minha filha, rogo a Deus que olhe por todas as crianças sem Papai Noel e sem a sorte de minha garotinha, cheia de vida e de alegria em volta da árvore e...

– Ei, Mamãe, mas quem foi que mudou o sofá do lugar? A árvore está desguarnecida... Olha essa menina puxando o galho... Ui! Lá se vão a estrela prateada e os sapatinhos de porcelana de "Meu 1º Natal" que lhe comprei no ano passado, puxa vida...

Pois é... Bem que Papai Noel poderia, além das graças pedidas aos céus, lembrar-se deste pobre Papai agoniado e botar um presentinho na minha meia, que acho que fui um bom menino neste ano (é só perguntar para Isabela!)... Ah, sim: e uma chuva logo, que este Natal nordestino de dezembro meio-nortista com cara de Brasil está quente por demais!

5 comentários on "Natal das Crianças"

Claudinha ੴ on 8 de dezembro de 2011 22:00 disse...

O melhor de tudo é esta visão da árvore que nos faz do tamanho de nossos pequenos e assim entender a grandeza de seus sentimentos! Feliz Natal! Sim Dil, você foi um ótimo menino, um paizão, que eu pude acompanhar daqui de longe e sei que suas meninas são sortudas em tê-lo ao lado e que Papai Noel vai receber ordem de Papai Ducéu para lhe dar um presentão! Beijos!

Débora on 9 de dezembro de 2011 06:52 disse...

Engraçado, o Di adora tudo o que é enfeite de Natal. Ano pasado, quando ele tinha um ano e 4 meses, nos ajudou a montar a árvore e tudo. Este ano, delirou quando começamos a transformar a casa...Mas cada criança reage de uma maneira, né ? Espero e desejo que seu Natal seja tudo de bom, junto com sua família... Ahhhh e não esqueça de tirar muitas fotos. QUeremos ver o Super Pai de Super Pai Natal e saber qual foi a reação da Isabela. Um grande abraço !

Marina Queiroz on 12 de dezembro de 2011 20:17 disse...

Super pai
A maternidade/paternidade nos muda. Eu nunca fui afeita a Natal, e com a chegada da pequena, lá se foi uma loucura de comprar árvore, enfeite e tals. Este é o terceiro ano com a mesma árvore que ela "ajudou" a montar ainda aos dois meses de vida!
mas ainda assim, continuo sem gostar do apelo natalino... quisera Deus que todo Natal fosse de fato tempo de paz, amor, partilha, PARA TODOS!!!!

Jandira Rosa disse...

Isabela agora é a senhora descobridora e escaladora de tudo!! É deixar o sofá perto da prateleira, ela sobe nele e pega o porta-retrato. Afasta o sofá, ela descobre a árvore de natal e haja 'colher' as bolas e enfeites... E haja os papais aqui de 1ª viagem fazerem danças, dribles e afins para tentar distrair nossa pequena com outras coisas...rsrs. Esta inquietação é a melhor coisa do mundo!! Este nosso 2º Natal em companhia dela, está sendo mais especial ainda! Beijo grande no Superpai que terá sim seu pedido atendido pelo Papai Noel e seu presentinho dentro da sua meia.

#PedePraSair on 15 de dezembro de 2011 23:16 disse...

Olá Super Papi Dil! Eh,os filhos,qdo chegam,nos mudam completamente.Coisas que antes nem reparávamos,se tornam importantes.Os meus moleques já estão crescidos,mas no Natal se tornam meus bebês de novo.E tudo é feito como se tivessem,ainda,2 aninhos.Parabéns pela filhotinha,amigo.Ela é TUDO,pode acreditar,e será sempre,não importa o quanto cresça. Estou fazendo um teste no meu novo blog,para ver como ele se comporta.Dei uma arrumada nas configurações pq,não só vc,mas uma amiga tb,encontraram problema p/comentar.Espero que esteja certo,agora. Tente comentar via este SP,ok? Bjssssss nas suas meninas Isabela e Jandira.

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez