terça-feira, 1 de novembro de 2011

Mês Especial


31 de outubro. Engana-se quem pensa que este blogue se dará ao trabalho de falar sobre aquela brega festa importada dos gringos que costuma agradar só aos pequenos, o Halloween - já até ensaiei algo por aqui com uma historinha semi-macabra num 'post' do ano passado, mas, hoje, falo mesmo do fim do mês das crianças, que, diante do meu tempo ainda desorganizado e com o "grande sucesso" da postagem anterior, acabou passando sem as devidas homenagens por estes diarinhos...

E eis que dei o último "presente" do Mês das Crianças para a SuperFilha há uma semana (sim, foi um mês inteiro de surpresas): um boneco fofinho, espécie de pelúcia bordada, do Chaves em seu barril, do MacDonald's, devidamente pago em seu preço de R$ 7,00 independente do McLanche Feliz (graças a Deus não tive que comer aquilo). Não se trata do seu personagem favorito, bem longe disso: ela no máximo pára uns minutos diante do televisor na hora em que passa um episódio dos atores mexicanos ou do seu correspondente em desenho animado. Mas era tão "fofinho" que não resisti a dar-lhe mais um presentinho pelo seu mês especial...

De fato, este foi o mês em que mais mimos comprei para minha bela princesinha (será que estou mimando-a demais?), desde o início de outubro até a presente data, com 7 presentinhos ao todo: um livro da série "olhos agitados" (onde se pode inserir os dedos para movimentar os olhos do personagem no livrinho), O Caranguejo Ciro; um lindo e educativo barrilzinho de encaixar (na verdade, são quatro peças que cabem uma dentro da outra), da Playskoll; um sapinho de pelúcia (manipulável e com uma engraçada gravação imitando um coachar), da CacauShow; um 'kit' com vassourinha, rodo e pá de brinquedo, da Monte Líbano - além, é claro, dos "oficiais" ofertados no dia 12: um brinquedo eletrônico-educativo da Dican, Meu Primeiro Livro, dado pela Vovó-Dinha; e um quebra-cabeças da Galinha Pintadinha, da Jak Brinquedos. Ufa, acho que foi só!

Antecipei-me deveras, admito, em relação a alguns brinquedos - e não foi só em relação aos presentes que dei antes do Dia das Crianças, mas principalmente pela questão da idade: afinal, a embalagem da vassourinha indicava que o brinquedo é apropriado para crianças acima de 3 anos, mais da metade da idade de Isabela. Mas como não encontrei nenhuma peça perigosamente pequena e vi suficiente coordenação dela em pegar tais instrumentos, resolvi comprar o tal 'kit' para ver se conseguia fazê-la parar de mexer nas peças "de verdade" - o que parece ter dado certo! Tanto que, noutro dia, quando nossa diarista varria a casa e Isabela insistia em pegar a vassoura em meio à sujeira amontoada, retruquei "Por que você não vai buscar a SUA vassourinha e mostra para a Nilda que você sabe varrer?" - no que a SuperFilha se dirigiu até a sua cesta de brinquedos, de lá retirou sua vassourinha amarela e voltou, para espanto da nossa secretária, ciscando o chão com a sua "mini-peça" de limpeza! Agora o medo é estar criando um protótipo de "dona de casa às antigas", ensinadas desde tenra idade a serem prendadas "do lar"...

Da mesma forma aconteceu com os quebra-cabeças da Galinha Pintadinha, indicado para acima de 2 anos de idade (minha pequerrucha completa hoje 1 ano e 5 meses de pura graça), mas que acabei comprando em razão do fascínio da menina em torno dos 2 DVDs que possui dessa personagem: neste caso, infelizmente, só consegui mesmo o seu interesse em desmontar as peças da formação mais fácil, com 4 peças (ainda há no brinquedo uma com 6 e outra com 9 peças)... Mas acho que o estímulo pode sempre vir antes, se desacompanhado de qualquer forçação. O que importa mesmo é ser criança - e, como criança gosta mesmo é de ganhar brinquedo (ainda mais nessa idade), neste último mês de outubro, ela e eu nos esbaldamos com tantas novidades!

7 comentários on "Mês Especial"

Marina Queiroz on 1 de novembro de 2011 22:32 disse...

Olá Super Pai
Concordo quando você fala do estímulo sem forçar a barra. Faço isso aqui também com Ana Letícia e te garanto que não há prejuízo no desenvolvimento (aqui fala a pedagoga).
Quanto ao kit dona de casa, acho que este estímulo é mais que bem vindo no sentido de ensinar aos pequenos a responsabilidade de cuidar do lar que habitam.Um dia os pequenos trilharão novos caminhos e sairão da nossa proteção, e nada mais certo qu a gente os ensine a "se virar".
Abraços
Beijos

Débora on 3 de novembro de 2011 06:17 disse...

Nossa, com tantos mimos e presentes transformando um dia em mês inteiro das crianças vc só prova mesmo que é um Super Pai. Parabéns !!! Em dezembro tb é assim ??? rsrsrsrsrs... abraço e apareça sempre

Jandira disse...

Tantos presentes para essa pixuta... mas acho que o mais querido mesmo foi o 'kit-limpeza'. Nos primeiros dias ela não largava a tal vassourinha. Tão linda...!! Mas a gente tá aqui pra isso mesmo: dar presentes e receber de volta um largo e lindo sorriso de felicidade da nossa inocente e maravilhosa filhota!

gabriela on 3 de novembro de 2011 15:09 disse...

adorei o quebra-cabeças! super presente!

bjbjbj

http://maeporacaso.spaceblog.com.br/

Lilian Amorim on 4 de novembro de 2011 07:39 disse...

Uau, um mês de outubro recheado de presentes bacanas!
Também estou precisando comprar um kit de limpeza para o Davi, quem sabe ele me deixa varrer a casa mas sossegadinha...rs
Sabe que eu também me divirto montando junto com ele garagens e casinhas de lego para os carros e cavalos. Volto a ser criança. Adoro :)
Bjs querido

Claudinha ੴ on 6 de novembro de 2011 19:46 disse...

Meus caros superpais e superfilha!
Sempre haverá a vontade de presentear com tudo o que de mais bonito a vida nos mostrar. Sempre haverá o medo de mimar demais, de menos, de atenção de mais ou de menos. Mas relaxem, eu tenho aprendido nestes meus 21 anos de mãe que o que vai realmente pesar na balança são os presentes morais, os conceitos, os limites e o amor que damos aos nossos rebentos. Ontem vi meu BB de barba ficar emocionado ao ouvir numa apresentação uma música que eu cantava pra ele quando nem tinha um ano. Ele se lembrou e este foi o maior presente pra mim... O balde de Lego e o saco com mais de 100 carrinhos miniatura ainda existem e sempre foram os brinquedos preferidos de brincar com o pai ou com a avó... De mim, vejo que ficou a música, no sangue, no talento dele e dela... Sabe, o seu carinho, o seu amor vão fazer de Isabela o orgulho da família sempre... Um beijo!

Dilena Rosa disse...

Que lindos e proveitosos brinquedos essa princesinha ganhou! Eu a vi com a vassourinha, uma graça! Aqueles barrizinhos ela já maneja direitinho! Brincando, sem pressa e sem ninguém forçá-la, Isabela participa de todos os binquedos educativos como uma criança da sua idade.
Parabéns, papai coruja.
Bjos da vovó e dinha.

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez