segunda-feira, 18 de abril de 2011

Duas Maneiras de Contar Meu
Amor para Isabela



"Minha doce Isabela está bem, obrigado!"

– O que foi, Dil? Isabela não terá mais febre, ela ficou boa de verdade... E continuas com essa carinha distante...
– Estava aqui pensando... Incrível como o maior inimigo deste mundo para um bebê é algo invisível a olho nu... Uma bactéria, um vírus... A gente nem sabe direito o que acometeu nossa filha...
– Pior que é assim mesmo... Mas agora é só alegria!


Isabela. Este é o lindo nome da Filha. E o meu é Dilberto. Dela os queridos leitores já sabem um pouquinho; sobre mim: sou casado com a serena Jandira há 3 anos, sou advogado (incrível como a Carla acertou: será que ela tem super-visão telescópica para ter visto os dorsos dos livros jurídicos naquelas fotos?!) e professor, além de escritor amador. E, acima de tudo, sou pai da Isabela!

As mamães de plantão podem estar estranhando: enfim conhecemos a identidade secreta da SuperFamília?! O que aconteceu?! Bom, é uma longa estória... Começo-a dizendo que os motivos da brincadeira do anonimato eram simplesmente... uma brincadeira: não havia nenhuma razão maior! No máximo, porque já possuía o blogue Morcegos e por lá escrevia sobre o universo das Artes em geral (Cinema, Literatura, Música e Atualidades), que acabei por identificar este cantinho novo como algo mais "íntimo e pessoal", cabendo, perfeitamente, um "universo paralelo" de fantasia e de narrativas pessoais em forma de pequenas crônicas! Mas, como o universo, tudo pode perfeitamente possuir uma "verdade paralela": assim, numa espécie de "mundo de faz-de-conta" para Isabela, ela era simplesmente a Filha, Jandira, a Mamãe e eu, o SuperPai, todos vivendo felizes com suas identidades preservadas das entidades do Mal!

Só que, depois de duas semanas de febre intermitente (de 3 em 3 horas...) devida a uma infecção, emendadas por mais alguns dias ainda depois de curada graças a um mal estar em função de um dentinho danadinho que quis alongar os aborrecimentos da minha filha, somados ao tempo curto (como a gente perde tempo em clínicas, hospital, médicos e laboratórios numa hora dessas, meu Deus!) e a uns trabalhinhos atrasados, qualquer super-herói desiste de muita coisa, inclusive de identidades secretas: afinal, o "inimigo" já havia nos achado, depois de 10 meses de saúde plena de minha menininha! E, somado ao fato de que a amiga Claudinha me "descobriu" através do GoogleReader (lá aparece meu nome verdadeiro, uma vez que este blogue é guardado na mesma conta dos Morcegos; só mudo a conta do Google, com a identidade de meu avatar, na hora de comentar), resolvi "aparecer", literalmente, de uma vez por aqui!

Mas não sem contar como foram difíceis os tempos em que estivemos longe deste universo virtual... E, como já disse sobre "verdades paralelas", há sempre duas formas de se contar um fato no universo de uma criança...



A Real...

Como foram difíceis estes últimos dias, meu Deus... Para pais mal acostumados com uma criança que nunca havia adoecido foi muito difícil ver a filha molinha, quase sem se mexer, com mais de 40º de febre algumas vezes... E haja Tylenol Bebê (paracetamol) e Dalsy (ibuprofeno) de 4 em 4 horas para aplacar a temperatura alta e o mal estar – e só isso mesmo que se podia fazer, uma vez que, mesmo depois de passar por duas pediatras diferentes e tantos exames (dois de sangue, um dificílimo de urina e um raio-x do tórax), nada foi propriamente acusado, a não ser a possibilidade de uma virose, no início, e as fortes suspeitas de uma infecção, no final (que tanto pode ter sido urinária, como uma inflamação na garganta, ou ainda um princípio de penumonia!)...

E como foi doloroso ver aquela garotinha, normalmente tão sorridente e cheia de vida e de graça, sem forças, molinha, agarrada ao corpo da mãe ou do pai... E como foi horrível te causar choros de dor por meio de lençóis encharcados de água fria (na emergência do hospital, a fim de obter uma queda mais rápida da alta temperatura para que o exame de sangue pudesse ser melhor realizado) ou mesmo de um chuveiro no meio da madrugada – parecia tortura, Jesus... E como cheguei a chorar, em alguns momentos de desespero, de não agüentar mais ver repetidas febres te dominando, sem que eu pudesse fazer nada, por tantos dias seguidos... Nenhum remédio, meu Deus? "Ah, sim, depois de mais de uma semana, dê a ela este antibiótico, Siont, à base de Amoxicilina, e dentro de 72 horas ela ficará completamente boa"... Por que não dar antes o antibiótico e poupar minha bebezinha de tanto aperreio?! "Porque poderia ser uma virose, que passaria sozinha..." Meu Deus...!

E a "paralela"...

Amorzinho da minha vida, passei as últimas semanas viajando na velocidade da luz pelo Universo procurando uma substância intergalática que pudesse te restabelecer a saúde: não encontrei! Como sabes, a Me dicina terrestre é muito atrasada em relação à de Krypton, e, por isso, acabaste por sofrer tanto as mazelas virais ou bacterianas (como eu disse, em função do atraso, nem ficamos sabendo direito o que houve...) deste planeta...

Infelizmente, filhinha do papai, da pior forma possível, enfim, descobrimos, depois de 10 meses de super-saúde, que és só metade kryptoniana: como tua mãe é da Terra, não herdaste completamente minha super-imunidade aos males deste mundo! E como sofreste as agulhadas dos exames primitivos daqui (tantos séculos de conhecimento e ainda não inventaram formas menos dolorosas para bebês?!) e as febres fortes, que te amoleceram mais do que kryptonita... E, falando nisso, descobri que não há substância em galáxia alguma que me enfraqueça mais do que te ver doente, minha linda... Se o Papai já te amava, agora sou completamente apaixonado podendo te ver novamente sorrindo com teus seis lindos dentinhos de aço, que tão rapidamente voltaram a comer tudo em fração de segundos, e querendo andar atrás de mim e da sua mãe – e, às vezes, ensaiando pequenos vôos...

Voe alto, SuperFilha! E viva a vida e a saúde!
O meu obrigado carinhoso à Claudinha (que, na verdade, já sabia das identidades há muito tempo, assídua nos Morcegos comosempre foi!) e à Tuka, em especial, pelo gentil selinho que me foi ofertado (e já postado ao lado!)!

18 comentários on "Duas Maneiras de Contar Meu
Amor para Isabela"

.Mone on 19 de abril de 2011 14:04 disse...

Não estou blogando por falta de tempo, mas não podia deixar de passar aqui para comentar.
Ela é simplemente LINDA!
Cabeludinha, fofa!!!
Parabéns aos dois, por sua linda filha.

Juliana Dalzoto on 19 de abril de 2011 14:30 disse...

Adorei essa identidade secreta revelada!!!!
Vc escreve de um jeito tão legal!!!!

E que bom que a filhota, linda linda, está melhor! Realmente é de cortar o coração ve-los tão molinhos, caidinhos e não podermos fazer mais nada do que já fizemos. Mas estar junto, cuidar, e amar muito faz toda a diferença para eles, que mesmo doentes, sentem o nosso amor e a nossa força!

Sua família é linda! Parabéns!
Beijos
Ju

Tuka Siqueira on 19 de abril de 2011 15:46 disse...

Só mesmo alguém com dons literários pode escrever tão bem usando uma identidade secreta como a do super-pai. Adorei ver a carinha linda da super filha! Só sinto muito em te dizer: ela se paree mais com a mamãe.
Que os teus superpoderes, mesmo que fictícios, sejam capazes de amnter longe da superfilha os inimigos invisíveis que tanto desconforto trazem aos nossos bebês e que, tal qual a kryptonita, transformam qualquer pai superherói, num mero mortal despojado de todo poder e força vital.
Muita saúde à pequena Isabela e forças ao papai e à mamãe para aguentar os outros tantos dentinhos que ainda virão por aí para incomodar um pouco, antes de abrilhantarem ainda mais o sorriso doce da menina.

Abraços

Luciana Vannucchi de Farias on 19 de abril de 2011 16:53 disse...

Infelizmente essas mazelas também fazem parte da vida de um super-pai.

A minha mais velha, quando estava com dois meses, teve anemia. Ela só tomava leite materno, então você imagina como eu fiquei, chorava que nem sei-lá-o-quê na sala da pediatra, que me explicou que o problema não era meu, acontece que a minha "pequena" cresceu muito rápido e o ferro não acompanhou o organismo (hoje em dia ela me olha lá de cima dos seus 1,81 com os seus 16 aninhos).

Vão mudando as preocupações, infelizmente não podemos deixar as nossas filhas eternamente debaixo das asas. São as doenças, as preocupações quando elas começam a ir pra escola, a sair sozinhas pela primeira vez... mas cada ponto desses é um aprendizado, nos fortalece como pais e só aumenta o amor e o relacionamento com as nossas pequenas.

Que bom que a Isabela já está melhor, viu?

Beijocas...

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. on 19 de abril de 2011 18:57 disse...

Adorei o post! Desde a descoberta da identidade secreta( que eu tb ja sabia,afinal naquele dia postasse com o nome real..hahaha..mas viu como sei guardar segredo??nem publiquei o comentario,hehehe!)
Mas sobretudo adorei a forma que sempre fala com carinho e amor da sua familia..Dilberto,josé,joão...tantos nomes podem ter..mas tu é mesmo é um super pai!Parabens e ainda bem que a pequena está bem!!!
beijos e abraços para toda a familia..otima semana!!!
;-)

Marina Queiroz on 19 de abril de 2011 23:39 disse...

Ai ai
Eu não tenho nem palavras para descrever este post.Lindo de viver, de morrer, de desmaiar.
A Superfilha e a Super Mãe são lindas!
Ainda bem que já está tudo bem com a pequenina!
Agora me sinto mais aliviada que não preciso guardar este super segredo, rsrsrsrs.
Beijão

Dilena disse...

Filho, dos textos do superpai mais lindo e emocionante foi este. Talvez pela bonita revelação.
O papai e a mamãe estão maravilhosos! A princesinha Isabela está mais linda e fofinha do que nunca.
Presenciei o sofrimento de vocês de perto. Sei como é isso. Passei com vocês quando pequeninos.Como é difícil! Mas, Deus nos dar força,nos acalanta e nos cura. Ele a curou.
Além do texto que diz tudo, as fotos confirmam. Parabéns filho!
Beijos da vovodinha que não é mais secreta. Dilena

Geovana Centeno on 23 de abril de 2011 18:29 disse...

NOssa quando vi o post e as fotos da filhota, pensei na hora "o que será que houve para ele se revelar e postar fotos da baby e da mamae e dele", ai quando comecei a ler entendi...
A filhota simplesmente é linda, fofa e gotosa heheeh, parabens.
Sobre a virose, pelo que li e entendi foi a primeira vez que ela ficou dodoi, é bem assim, um sentimento de tristeza, frustração, impotencia, a gente não sabe porque, como foi que ficou doente, se culpa nossa ou não, levamos no medico e ficamos a merce deles, uma vez o caio teve rotavirus, na epoca não tinha a vacina levamos na pediatra, medicou sem fazer o exame, ele tomou o remedio por 2 dias e não melhorou, quando voltamos no pediatra o Caio teve que ser internado, ai a casa caiu, ele tinha 1 aninho e pouco, foi duro, não foi facil, o pediatra nos disse que se ela tivesse feito um exame de sangue mostraria o que o caio tinha e teria tomado o remedio certo e ñão teria precisado parar na CTI, eu queria matar a outra pediatra, por isso digo pra ti, embora eu sendo mulher, prefiro muito mais medico homem, acho muito mais competente, muitas vao me matar por isso, mas é o que acho, esse pediatra do Caio é fora de serio, graças a Deus que ele voltou, se ele tivesse visto a Mariana antes a gente teria tratado mais cedo, pois a pediatra da Mariana era MULHER. Não estou dizendo que são todas assim, mas a minha experiencia foi super ruim....obrigado por colocar meu link na tua de lista de blog e adorei conhecer a familia toda, principalmente a Isabela que nome lindo viu...beijocas e uma linda Pascoa pra vocês.

Anônimo disse...

SuperPai,

Cá estou a conhecer este delicioso blog em homenagem a doce Isabela, que nos meus braços brincou com toda sua graça, e acredite, me deixou superfeliz da vida, foi um dia radiante.
E mais feliz fico em saber que ela está bem, saudável, sorrindo com todo seu charme peculiar, doce Isabela, que Deus a proteja e ilumine seu caminho por todo o sempre.
Um grande beijo a SuperFamília.

Há, adorei a musiquinha, sou fã desse filme adorável, tudo perfeito, o teu blog está perfeito!

Da Tia Lígia

Elvira on 24 de abril de 2011 13:29 disse...

Oi Papai.

Finalmente apareceu...
Mas não ligue para essas história de identidade secreta, eu também não coloco muitas fotos minhas lá no blog (sou tímida...)
A Isabella é muito fofa e é bom saber que ela já está melhor.

Feliz Páscoa a todos vocês!
Elvira

http://graceolsson.com/blog on 25 de abril de 2011 06:02 disse...

parabéns pelo blog: Seus textos sao limpos e cheios de sentimentos bons
Dias felizes
graceolsson.com/blog

Sílvia Renata on 25 de abril de 2011 10:42 disse...

Olá...
Uau que surpresa!
Adorei conhece-los... sou uma curiosa assumida e ficava imaginando o rostinho de sua filha - e de vcs - pelas suas palavras... adorei... uma linda familia! E o que dizer da fofura da sua filha, Linda linda linda! Parabéns!
Infelizmente passamos por essas intercorrencias de bacterias e viroses com nossos bbs né... e olha, se vc encontrar alguma substancia intergalatica que os livre do sofrimento por favor, compartilhe ai rsrsr
Um abraço...

Lilian Amorim on 25 de abril de 2011 11:51 disse...

Que bela surpresa!!!! Adorei que se revelou. Eu era curiosa pra ver o rostinho de vcs.
Sua família é LINDAAAAAA!
Sua filhota é uma superprincesinha :)Parabéns!!!
Olha meu amigo, costumo dizer que se pudesse, sentiria todas as dores pelo meu pequeno. Como é ruim vê-los sofrendo. Também fico malzona :(
Que bom que sua filhota está melhor. É um alívio enorme para o coração.
Beijos na superfamília.

Mamãe Jandira disse...

Ah não, superpai!! Ah não,supermarido!! Esse texto é covardia com o coração da Mamãe... Quanta emoção... Só de lembrar da nossa filhota naquela semana nefasta com tanta febre, tanto antitérmico... dá um nó na garganta! E logo nós que estávamos acostumados com tanta saúde e tanta vivacidade?!É o que todo pai e mãe deve se perguntar quando seus pimpolhos são acometidos desses males...
Agora revelar nossa superidentidade, eu realmente não esperava...Esse negócio do anonimato é interessante...Mas esse texto... vou te contar!! Foi de lascar, viu? Isso não se e faz!Amo muito vocês 2!

Claudinha ੴ on 1 de maio de 2011 18:09 disse...

Olá Dilberto, enfim, revelado o segredo do super-pai!!! Fico feliz que Isabela esteja bem... Sei o que é isso, tenho meus dois bbs que já cresceram, mas que nem por isso me deixam despreocupada... Isabela é linda demais! Morena, olhinhos espertos, vocês são uma família linda!
Sobre a febre, vou ensinar um truque que substitui o banho que é tão sofrido (lá vai a farmacêutica meter o bedelho...) nestas horas... Molhe uma fralda ou toalha pequena com álcool e coloque em baixo do braço da pessoa febril. deite-a por sobre este braço. O álcool rouba o calor do corpo para evaporar. Colocando em baixo do braço ela não sente tanto o cheiro e não tem choque como se fosse no peito ou nas costas. Eu já ataco logo a febre assim. É tiro e queda!
Estou feliz que tenham suas identidades compartilhadas com todos aqui. Não tem que agradecer nada, eu é que agradeço a confiança! Beijos!

Thatyane Siqueira on 3 de maio de 2011 14:07 disse...

Olá Super Pai, ou Dilberto, ou como você quiser ser chamado! Muitíssimo prazer em conhecer a sua família linda! E a sua Isabela é muito mais linda do que eu imaginava!

Bom, compartilho com você esse desespero de ver um filho doente. Quase morri ao ver o João com 40 graus de febre tremendo de frio e chorando de dor. Cada vez que eles ficam doentes, ficamos também!

Adorei conhecer sua família e o seu post, nossa, emocionante!

Abraços!

Mamãe caprichosa on 4 de maio de 2011 07:03 disse...

Olá Super Pai, ops, digo, Dilberto! Tudo bem??
Agora sim, né??!! Nada mais terrível do que ver nossos pequenos doentinhos....
Adorei ver vossas identidades reveladas... se viu como sou observadora ?!! Descobri sua profissão!! Na verdade, estou calejada com o jargão jurídico. A família toda do meu marido é composta por advogados e juízes. Na verdade, só o meu marido escapou....virou engenheiro.
Desejo muuuuita saúde para vc, para a super Mãe e, principalmente, para a Super Filha, a doce Isabela.
Abs
Carla

TATYNHA S.OLIVEIRA on 18 de abril de 2014 16:35 disse...

Deus,e bom ...para abencoar uma familia tao linda ..tenha certeza todas as vxz que for orar ao senhor,sua Family estarala
Com muita fe bjus na bela...Isa!!

Seguidores

 

Diários do Papai Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez